AMOCANELA promoveu encontro sobre segurança

Realizada na noite de ontem, 12, a 1ª Rodada de Debates sobre Segurança Privada, cumpriu com o objetivo proposto e serviu para esclarecer aos presentes, um pouco, acerca do assunto que divide opiniões.

 

A convidada da noite foi a empresa Max Forte que apresentou todas as soluções de segurança disponíveis no mercado baiano sobre segurança patrimonial. “A escolha da empresa se justifica por dois motivos: o primeiro deles, nós temos referenciais de atuação, que serão convidados nas próximas rodadas a trazer um pouco de suas experiências e o segundo motivo é o fato deles serem especializados em segurança patrimonial em via pública, sendo que as outras empresas procuradas não tinham experiência neste campo de atuação, mas nada impede que por sugestão de outros moradores possamos traze-las aqui também”, afirmou o Secretário da AMOCANELA, Pedro Araújo.

Segundo Silvanildo Silva, representante da Max Forte, soluções de segurança não dizem respeito a apenas homens fardados na rua, mas sim a um conjunto de ações em parceria com as polícias municipal, estadual e federal e a comunidade, por isso, treinamos e capacitamos a todos para transformar o bairro num lugar mais seguro. Ele fez questão de enfatizar que, a empresa não atua sem o aval e o apoio das polícias e que jamais fará o papel de substituí-las.

20200212_200105

Após a apresentação, os presentes puderam esclarecer suas dúvidas. Dentre os questionamentos, se falou em responsabilidade civil, trabalhista e penal, certamente, uma grande preocupação para quem contrata. Além disso, se questionou a atuação da empresa em face de uma ocorrência e bem assim, sobre algumas peculiaridades do bairro em relação aos outros bairros citados como exemplo de atuação.

O representante da Max Forte, esclareceu que, nos casos em que ocorre de a associação ser acionada em conjunto com a empresa, esta se responsabiliza integralmente e possui uma equipe jurídica prepara para lidar com estas questões. Também afirmou que todos os funcionários são segurados e que a empresa possui solidez patrimonial para assumir qualquer questão judicial e isentar o cliente.

Esclareceu também que, em caso de uma ocorrência tanto as viaturas da empresa quanto a polícia militar são acionadas e que tudo é disponibilizado em favor da polícia, imagens, flagrantes e etc.

Já em relação às peculiaridades do bairro, Silvanildo Silva, afirmou que já enfrentaram problemas muito maiores e que certamente a empresa se adequará às necessidades locais.

Mesmo não sendo o objetivo deste primeiro encontro, há sempre a pergunta sobre a questão de valores. Silvanildo Silva disse que o valor depende muito do projeto e do número de adesões, mas que em geral o valor varia de R$ 45,00 a R$ 50,00 por unidade imobiliária.

No mês de março, a AMOCANELA pretende realizar uma nova rodada de debates sobre o tema, desta feita, trazendo pessoas que possam relatar suas experiências pessoais com a segurança privada e dados que possam colaborar com a formação da opinião dos presentes, também será possível discutir sobre o que foi apresentado nesta 1ª Rodada.

O Presidente da AMOHORTO já confirmou que participará da próxima rodada de debates.

Os moradores também poderão enviar sugestões de convidados para que possamos trazer ao debate.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s