UFBA adota providências para conter proliferação do mosquito

A Reitoria da Universidade Federal da Bahia – UFBA respondeu na última quinta-feira, 23, o ofício encaminhado pela Associação de Moradores do Bairro Canela – AMOCANELA, no qual solicitava à instituição providências quanto à fiscalização e manutenção das suas unidades a fim de evitar a proliferação e criadouros do mosquito aedes aegypti.

No ofício, também foi solicitado acesso à área da antiga residência universitária para fiscalização por parte do Centro de Controle de Zoonoses – CCZ.

Desde maio, a equipe da Zoonoses já realizou diversas inspeções no bairro e registrou diversos focos do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika nos campi da UFBA.

Em resposta, a UFBA disse que:

Com relação a incidência dos focos de proliferação das larvas de mosquitos encontrados no local, gostaríamos de esclarecer que foi restabelecido o contrato de limpeza externa, manutenção e conservação de suas áreas verdes da Universidade. Esta interrupção dos serviços, motivada por necessidade de se providenciar uma nova contratação, prejudicou muito a prestação desses serviços favorecendo o crescimento sem controle da vegetação e acúmulo dos resíduos.

A UFBA também se colocou à disposição para cooperar com os agentes de fiscalização e permitir o acesso à antiga residência universitária para inspeção.

Lembrando que a AMOCANELA lançou no mês de maio a Campanha TODOS CONTRA O MOSQUITO com o intuito de chamar a atenção da sociedade civil e Poder Público para o risco de infecção de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika todas provocadas por um único mosquito: o Aedes aegypti.

Azul, Vermelho e Verde Natal Pessoal Instagram Post

A campanha além de trazer alertas à população com os cuidados que devem ser adotados no combate ao mosquito com a finalidade de evitar seus criadouros, também convida toda a população a fiscalizar e denunciar locais com suspeita de abrigar focos.

Para saber mais sobre a campanha CLIQUE AQUI.


Um comentário sobre “UFBA adota providências para conter proliferação do mosquito

  1. A equipe de zoonoses precisa também visitar e fiscalizar um pavilhão de salas de aulas abandonado aos fundos da Escola de Belas Artes – UFBA ao Canela, cercado de capim que até algum tempo atrás era periodicamente cortado. O pavilhão além de habitat para mosquitos, deve abrigar ratos e baratas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s