Cooperativas de Reciclagem sem apoio da Prefeitura há quase um ano

Desde o início da pandemia, a Prefeitura Municipal de Salvador suspendeu por prazo indeterminado a cessão de veículo e motorista em apoio à atividade de coleta de resíduos sólidos recicláveis das Cooperativas do Setor.

A cessão do veículo é um importante instrumento de trabalho para os cooperados que ficaram meses sem poder trabalhar adequadamente e passaram a receber uma cesta básica do governo municipal.

Sem o veículo, muitas cooperativas pequenas pararam de funcionar deixando diversas famílias sem a renda proveniente da coleta.

O Programa de Coleta Seletiva da AMOCANELA foi diretamente afetado pela suspensão da cessão.

Ficamos em torno de quatro meses com nosso programa de coleta suspenso, uma vez que a Cooperativa que nos atende dependia do caminhão cedido pela Prefeitura, afirma Pedro Araújo, Presidente da AMOCANELA e Coordenador do Programa.

Ele afirma também que a AMOCANELA já tentou estabelecer algumas vezes comunicação com os órgãos responsáveis. Oficiamos à LIMPURB que disse que a responsabilidade é da SECIS e seguimos até agora sem uma solução para esta questão, enquanto praticamente todas as atividades econômicas já foram retomadas, este serviço de natureza essencial foi deixado de escanteio e não houve sequer um protocolo de segurança direcionado à área, diz Araújo.

A AMOCANELA possui um programa de Coleta Seletiva funcionando desde 2018 e direcionado aos Condomínios associados.

Em maio, a Associação decidiu retomar o programa e passou a custear um veículo particular para as coletas. O prejuízo seria muito grande se não retomássemos a coleta, todo esforço que vínhamos tento até aqui de conscientização da nossa comunidade iria literalmente para o lixo, conclui o Presidente da AMOCANELA.

No dia 11 de dezembro, a AMOCANELA protocolou ofício à Gerência da Prefeitura Barra / Pituba solicitando apoio na solução desta questão, uma vez que, até o presente momento a SECIS não se manifestou.

O Gerente da Prefeitura Barra / Pituba, André Maracajá, se comprometeu a apresentar uma resposta o mais breve possível, mas até a conclusão desta matéria não houve nenhum retorno.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s