Como você avalia a questão do trânsito, trafegabilidade e sinalização no Canela? Resultados da Pesquisa – Parte VI

A Diretoria da Associação de Moradores do Bairro Canela – AMOCANELA realizou entre os dias 26 de agosto a 03 de setembro de 2020 uma pesquisa para avaliar a opinião dos respondentes sobre a qualidade da Gestão Municipal e dos Serviços Públicos no bairro Canela.

A pesquisa contou com a participação de 100 respondentes e os dados foram coletados através do site de questionários SurveyMonkey.

Participaram da pesquisa moradores do bairro Canela de mais de 10 ruas e avenidas, sendo as participações mais significativas da Rua Marechal Floriano e Avenida Araújo Pinho, totalizando mais 50% dos respondentes.

Por isso, a partir de hoje a AMOCANELA irá revelar os resultados da pesquisa, cujo principal objetivo é levar a conhecimento da Gestão Municipal a grau de satisfação dos moradores do bairro em relação aos serviços prestados pela Prefeitura de Salvador.

Além disso, é importante destacar que 64% dos respondentes residem em condomínios associados à AMOCANELA, contra 19% que residem em condomínios que não são associados e 17% que não souberam responder.

O 8º item do questionário teve como objetivo responder à seguinte pergunta: Como você avalia a questão do trânsito, trafegabilidade e sinalização no Canela?

Temos então que 7% dos respondentes avaliam a questão do trânsito, trafegabilidade e sinalizado no bairro como ótima, 32% boa, 39% regular, 18% ruim e 4% péssima.

Na parte do questionário dedicada aos comentários livres, os respondentes disseram que a iluminação pública do bairro Canela:

“Em frente a COT há uma fila de táxi que obstrui a rua diariamente”

Na Marechal Floriano congestionamento por paradas em local irregular e muita poluição sonora por conta disso

Antes da pandemia não se achava lugar pra estacionar nas ruas do canela. Trânsito era muito intenso já pela manhã. E já está tendo muito guardador de rua que fazem barulho . Gritam . Durante o dia todo. Isso agora. Além disso essa situação da margem a maior falta de segurança no bairro

Sem fiscalização do órgão de trânsito municipal para respeito da sinalização e guardadores de carros atrapalhando o tráfego (colocando os carros em contramão, calçadas, garagens…)

Na Marechal Floriano a trafegabilidade é péssima em virtude da ausência de estacionamento das clínicas, o que promove engarrafamento causado pelos flanelinhas que são donos dos estacionamentos informais. Em horário comercial, em épocas normais, é um inferno. E quando os caminhões do Bompreco resolvem bagunçar, piora.

“As ruas, no geral, são bem sinalizadas. Entretanto, falta fiscalização e multas, pois os frequentadores não as respeitam causando congestionamentos, bloqueio de vias, dificuldade de sair e entrar nas residências. Quem sofre são os moradores. A Basílio da Gama precisa de sinalização e fiscalização, sobretudo em frente a EMUS, ISC, e entrada do HUPES onde estacionam em local proibido. Aliás, esta é uma constante no bairro, inclusive em curvas e esquinas”

“A permissão do estacionamento de vans e microônibus que trazem pacientes do interior principalmente para o Hospital das Clínicas e o Hospital dos Olhos além do excesso de pontos de táxis, prejudicam o fluxo de veículos”

Destacamos três questões relevantes que congestionam o fluxo de veículos no bairro: ação de ‘flanelinhas’, pontos irregulares de Táxi e parada irregular para desembarque de passageiros, principalmente, que frequentam as clínicas, laboratórios e hospitais localizados no bairro.

A AMOCANELA já registrou diversas queixas na Subprefeitura e Transalvador com relação à atuação dos chamados “guardadores de carro” ou “flanelinhas”, mas nunca houve qualquer ação efetiva por parte do Poder Público em relação a este problema no bairro.

A maioria deles dominam as ruas, ameaçam pessoas, discutem, gritam e usam som alto diariamente. Já tivemos relatos de várias pessoas que sofreram algum tipo de ameaça deste pessoal, inclusive, moradores já relataram ter presenciados brigas com arma de fogo e garrafas.

Salvador possui a Lei Municipal nº. 8.423/2013 que trata sobre a PROIBIÇÃO DO EXERCÍCIO IRREGULAR DA ATIVIDADE DE GUARDADOR DE CARRO, mas parece ser mais uma daquelas leis que “não pegaram”, pois não vemos por parte do Poder Público qualquer ação para inibir este tipo de atividade ilícita.

Desde 2016, o assunto é pauta da AMOCANELA, em 2017 e 2019 a Diretoria se reuniu com o Superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, e com os subprefeitos, Raimundo Pereira e Fábio da Mata e absolutamente nenhuma iniciativa foi tirada do papel.

As Ruas Cônego José Loreto e Dr. Clemente Ferreira se transformam num verdadeiro caos durante a semana, a dificuldade de mobilidade de carros e impossibilidade de entrada, inclusive, de caminhões devido as ruas serem estreitas e os carros estacionarem em ambos os lados, além de possuir um ponto irregular de táxi e parada para desembarque de passageiros para a Clínica Biocheckup, Laboratório Leme e estacionamento da CAM.

Quando instaladas as placas, os marginais as retiram, danificando o patrimônio público e tornando a vida dos moradores um verdadeiro inferno.

A situação não é diferente em frente à Reitoria da UFBA (Rua Doutor Augusto Viana), Bradesco (Rua João dos Botas) e fundo do Bompreço (Rua Marechal Floriano) início da Rua Cláudio Manoel da Costa, todas com pontos irregulares de táxi que atrapalham/obstruem o trânsito.

Além da ação de flanelinhas em praticamente todas as ruas do bairro.

A Gestão Pública Municipal (SEMOB, TRANSALVADOR E SUBPREFEITURA) tem conhecimento deste grave problema e até hoje nenhuma ação efetiva foi adotada.

Enquanto isso, não vemos este tipo de situação acontecer no Corredor da Vitória, por exemplo.

A responsabilidade pela manutenção das vias públicas é da gestão municipal.

Enquanto assistimos a outros bairros recebendo obras arquitetônicas faraônicas, nosso bairro pena para conseguir a realização de serviços básicos de reparo e manutenção.

O Canela só é lembrado anualmente para a cobrança do IPTU de bairro nobre, que aliás ‘nobre’ é somente a alcunha utilizada para superfaturar o valor do imposto no bairro, pois diante de tantas carências e omissão do Poder Público em quase todos os quesitos avaliados, jamais poderia ser considerado ‘nobre’.

Devemos lembrar aos nossos leitores que somos também eleitores. Por isso, lembrem-se de votar em candidatos que tenham promessas concretas com o nosso bairro nestas eleições municipais 2020. Cobrem aos seus candidatos!

E você leitor, o que achou do resultado da pesquisa?

Deixe abaixo seu comentário.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s